Publicações

Ivete Nenflidio

Livros disponíveis em formato digital - clique no link.
Livros disponíveis em formato físico pelo e-mail: ivetenenflidio@gmail.com

capa calendas.jpg

Ivete Nenflidio exalta o amor em tempos de resistência em seu novo livro “Calendas de Março”

Escritora lança romance em que narra uma poderosa história de amor em tempos de resistência e traça um paralelo entre o atual momento da pandemia e o período mais sangrento da ditadura militar brasileira, refletindo sobre a importância de não esquecermos este passado histórico mal resolvido.

 

Categoria: Romance

Calendas de Março - ISBN nº 978-65-00-05228-2

Memórias Difusas capa colibri.jpg

O profundo mar em Memórias Difusas

por Lilian Farias

Ivete Nenflidio, no livro Memórias Difusas, transforma o amor e a liberdade em entidades e a poética é a teia que liga esses dois elementos. Em diversos momentos esses conceitos estão tão interligados que não se sabe onde um começa e onde o outro termina.

“(...) amo-te livre!

Voa para me esquecer

e se sentir saudades;

voe para voltar (...)”

 

Categoria: Poesia

Memórias Difusas - ISBN nº 978-65-00-26871-3

Capa frente site pais.png

País estrangeiro é um compilado de contos, crônicas e poemas.

Em “Virgínia”, “sobre a ancestralidade do Vale do Jequitinhonha”, dedicado à avó da escritora, vemos a narrativa da tradição feminina passada ao longo de gerações: benzedeiras, parteiras, mulheres portadoras de uma sabedoria ancestral. “Mulheres de Minas”, como diz a poeta, em uma exaltação não só do interior do país, como também do sagrado feminino, que resiste apesar de tudo.

A autora também reflete sobre o fazer poético, sobre o lugar que a sua poesia ocupa no panteão literário, especialmente nos versos de “Quem me dera”. Fala sobre a voracidade do fazer arte.

Categoria: Contos e crônicas

País estrangeiro - ISBN nº 978-65-00-26775-4

Capa _ divulg CS.png

"No fundo, escrevo para perdurar, p'ra existir": a poesia de Ivete Nenflidio

Por Tamires de Carvalho

Antônio Cândido, no livro "O estudo analítico do poema", disse que os poetas não se cansam de nos mostrar a contraditoriedade da vida: amor e ódio, prazer e dor, medo e vontade, estão sempre juntos. Muito antes que a psicologia moderna pudesse explicar a realidade sobre os sentimentos humanos, lá já estavam os poetas. Nas palavras do crítico literário, “a arte percebeu antes da ciência”.

Nos poemas de Ivete Nenflidio, em seu mais recente livro "Cartografias da saudade", sentimos com clareza esse caráter contraditório da vida. Essa dualidade que hoje entendemos como sentidos opostos que se complementam, assume um valor próprio dado pela autora em seus versos. 

Categoria: Poesia

Cartografias da saudade - ISBN nº 978-65-00-33684-9

"Antologias poéticas e coletâneas de contos e crônicas" de Ivete Nenflidio